Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar a Lua depois de Neil Armstrong, afirmou que viu um OVNI durante a missão espacial Apollo 11, escreve o «Telegraph».

«Vi uma luz pela janela que parecia mover-se na nossa direção», declarou.

Com 84 anos, Aldrin pareceu, no entanto, relutante em descrever o objeto como sendo extraterrestre.

«Há muitas explicações para o que possa ter sido além de uma nave espacial de outro planeta. Pode ter sido o foguetão de que nos separamos ou até os quatro painéis que se moveram quando retiramos a sonda espacial do foguetão», explicou.

Contudo, o norte-americano acredita que há outras formas de vida no espaço.

«Pode haver extraterrestres na Via Láctea e há biliões de outras galáxias. A probabilidade de haver vida algures no espaço é quase certa», justificou.

O astronauta defendeu ainda a colonização do planeta Marte, numa sessão de perguntas e respostas promovidas pelo fórum «Reddit». Com a existência de projetos privados como o Mars One que pretendem enviar pessoas para o planeta vermelho, Aldrin foi peremptório:

«Os primeiros humanos a pisar terra em Marte não deviam voltar para a Terra», disse.