Um buraco gigante apareceu na Nova Zelândia e está a chamar a atenção da comunidade e dos especialistas, que já explicaram o que poderá ter originado esta rotura. 

A cratera formou-se perto de uma quinta, junto à cidade de Rotorua, na sequência de chuvas fortes que se fizeram sentir nos últimos dias.

De acordo com a imprensa internacional, o buraco tem cerca de 20 metros de altura e 200 de comprimento, pelo que devido à sua enorme profundidade foi possível ver depósitos de rochas de um vulcão adormecido com cerca de 60 mil anos. 

Isto é espectacular. É muito maior do que aquelas que eu estou habituado a ver", afirmou o vulcanologista Brad Scott à imprensa local.

Por ser uma zona conhecida pela sua atividade geotérmica, os especialistas acreditam que, ao longo dos anos, as chuvas intensas desgastaram o calcário subterrâneo, fazendo com que o solo se desmoronasse.

 

De acordo com o vulcanologista Brad Scott, é provável que a cratera aumente de profundidade nos próximos anos.

Isto ainda vai sofrer mais erosão... As bordas vão continuar a colapsar e o buraco vai-se expandir cada vez mais durante a próxima década."