sequestro em Sidney

hijab

23 anos hesitou em seguir os planos que tinha para a sessão fotográfica na cidade, mas decidiu passar pelo memorial e prestar tributo às vítimas, quando largou o ramo de rosas brancas, a multidão de centenas de pessoas no local irrompeu em aplausos.

«Ela ia cancelar a sessão fotográfica porque não queria ser julgada, ao celebrar o próprio casamento com um lenço que aterroriza as pessoas», afirmou o organizador do casamento, Dina Kheir.

  «Ao invés, tornou uma prioridade visitar o local do memorial em primeiro lugar», acrescentou.