A modelo da Playboy americana Dani Mathers, de 29 anos, está ser investigada pela polícia de Los Angeles, nos EUA, depois de ter partilhado no Snapchat, sem autorização, a foto de uma mulher nua no balneário de um ginásio.

De acordo com a BBC News, a Playmate do Ano em 2015 publicou duas imagens na rede social enquanto estava no balneário do ginásio. Na primeira, a modelo tirou uma fotografia da outra mulher sem roupa, sem que esta se tivesse apercebido. Na segunda, Dani Mathers troça da condição física dessa mesma mulher ao publicar uma foto de si própria a cobrir a boca, como se estivesse chocada.

“Se eu não consigo deixar de ver isto, vocês também não vão conseguir”, escreveu a modelo na legenda da imagem.

Partilhar imagens de pessoas nuas sem o devido consentimento é ilegal na Califórnia. A divisão de abuso sexual da polícia de Los Angeles abriu um inquérito ao caso e está à procura da mulher que foi exposta pela modelo. Se for considerada culpada, Dani Mathers poderá ter que pagar uma multa ou até ser condenada a uma pena de prisão.

Despedida e banida do ginásio

Dani Mathers viu-se obrigada a pedir desculpa, mas no ginásio onde tirou a fotografia já não entra. Após o episódio, a modelo perdeu o cargo de apresentadora na rádio KLOS e foi banida da rede de academias LA Fitness, onde tirou a foto da mulher.

“As nossas regras são muito claras: é proibido usar telemóveis e tirar fotografias nos vestiários. Isto não é apenas a nossa regra, é ter sentido de decência. O comportamento dela foi terrível e colocou a privacidade de todos os nossos membros em risco”, disse um representante da LA Fitness ao site do programa Entertainment Tonight.

Após a repercussão negativa, Dani Mathers apagou a imagem da rede social, pediu desculpa e tentou defender-se com o facto de “ser nova no Snapchat” e de, por isso, não ter percebido o que estava a fazer. A playmate acrescentou que pretendia enviar as imagens numa conversa privada, mas acabou por publicar as fotos na própria conta, tornando-as acessíveis a qualquer pessoa.

Muito criticada na Internet

Muitos internautas acusaram Dani Mathers de "body shaming", uma expressão em inglês que significa envergonhar uma pessoa por causa do corpo.

Depois da onda de críticas, a modelo também publicou o pedido de desculpas numa série de vídeos no Snapchat.

“Não há desculpas”, escreveu. “Compreendo totalmente o alcance deste post, o facto de ter magoado muita gente, sobretudo mulheres. Body shaming não é uma coisa boa… não é motivo de piada”.

“Escolhi fazer o que faço para viver porque amo o corpo feminino. E sei que ‘body shaming’ é errado, que não é algo que eu faço, não é o tipo de pessoa que eu sou”, afirmou.

Dani Mathers encerrou o pedido de desculpas dizendo que "preciso de tirar algum tempo para mim, para pensar na razão de eu ter feito esta coisa horrível."

Veja alguns tweets em reação ao post da modelo: