Dois colégios em Barcelona, Espanha, estão a ser postos em causa por não terem actuado a tempo em dois casos de «bullying». A notícia é avançada pelo site «20minutos.es».

Um desses colégios já foi mesmo condenado em tribunal a indemnizar o aluno que foi vítima de «bullying». O colégio terá que pagar 13 200 euros à família por danos morais sofridos pelo menor. A sentença condena o colégio por não ter feito nada para evitar o assédio e a intimidação.

Este é o segundo caso denunciado publicamente em poucos dias, em Espanha.

O «20minutos.es» refere o caso de uma criança que identifica como Paula. A menina era insultada e ameaçada por um grupo de colegas de turma, o que levou o resto dos alunos a deixar de lhe falar, por medo de represálias. Os pais denunciaram o caso e a intimidação terminou. Mas só até ao ano seguinte, altura em que tiveram que mudar a criança de escola. Agora o Provedor da Criança reconheceu o assédio e acusa o colégio de não ter actuado a tempo.

Sobre este mesmo tema, já tinha vindo a público um outro caso em Espanha. Os alunos de um colégio em Girona vão deixar de ir às aulas com medo de um menino de 9 anos, muito agressivo devido a um transtorno de que padece.