Dois polícias de Nova Iorque foram mortos a tiro numa emboscada em plena luz do dia, na zona de Brooklyn.
 
Os agentes estavam sentados no seu carro de patrulha quando foram surpreendidos por um homem que os baleou na cabeça.

Eram 15:00 em Nova Iorque e o carro da polícia estava estacionado junto a uma esquina. Os dois agentes cumpriam horas extraordinárias para participarem num simulacro antiterrorismo.
 
Na zona estavam muitos agentes, que acorreram rapidamente ao local. Os dois polícias ainda foram transportados para o hospital em estado crítico, mas não sobreviveram.
 
O atacante fugiu para uma estação de metro perto do local, e, segundo as autoridades, acabou por matar-se na plataforma.

Alguns media locais ligam este tiroteio a um homem que colocou na rede social Instagram duas fotos que antecipam o ataque. Na primeira imagem, mostra a arma e fala em vingança das mortes de Michael Brown e Eric Garner. Na segunda, as pernas e vestuário que aparecem serão idênticas ao atirador.
 
Este tiroteio surge numa altura em que se têm registado vários protestos em Nova Iorque contra o abuso da força policial.

Há três anos que um polícia de Nova Iorque não morria num tiroteio em serviço.