Um avião da British Airways que fazia ligação Genebra e Londres colidiu, este domingo à tarde, com um drone quando se preparava para aterrar no aeroporto de Heatrow.

Como escreve a CNN, que cita o porta-voz da companhia aérea, o airbus A320 tinha 132 passageiros e cinco tripulantes a bordo, mas o incidente não causou quaisquer danos no avião, ferimentos nos passageiros ou problemas com a aterragem.

A aeronave estaria a uma altura entre os 600 e os 2.400 metros quando o drone embateu na zona frontal. Foi o piloto quem se apercebeu do sucedido e quem alertou a torre de controlo.

Após a aterragem, engenheiros analisaram a avião, e ao verificarem que não sofreu quaisquer danos, ficou certificada para poder voar novamente.

As autoridades desconhecem quem era o dono do drone, e nenhum suspeito foi detido até ao momento.

Mesmo que a lei proíba a utilização de drones perto de aeroportos, com uma pena de prisão que pode chegar aos cinco anos em casos graves, só entre abril e outubro do ano passado foram registados 23 incidentes deste género, ainda que não tenham acabado com um impacto, escreve a ABC.es. A maioria registou-se nos aeroportos de Heathrow, Stansted, London City e Manchester.

É só uma questão de tempo até que um drone choque contra um avião”, havia alertado o sindicato dos pilotos britânicos.