A Polícia Federal brasileira deteve, esta segunda-feira, um suspeito de matar e ocultar os cadáveres de três brasileiras em Tires, nos arredores de Cascais. De acordo com a Polícia Federal, os mandados de prisão, busca e apreensão e condução coercitiva foram expedidos pela Justiça Federal em Belo Horizonte.

A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje, 5, o brasileiro suspeito de ter praticado triplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver contra três brasileiras que estavam em Portugal e que haviam sido dadas como desaparecidas desde fevereiro deste ano”, anuncia a Polícia Federal (PF), num comunicado publicado no site da instituição.

 

Foram cumpridos um mandado de prisão temporária, um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito e um mandado de condução coercitiva, todos expedidos pela Justiça Federal de Belo Horizonte.”

 

O preso será encaminhado para a Penitenciária Nelson Hungria, onde permanecerá à disposição da Justiça. O homem poderá ser condenado a até 99 anos de prisão", acrescenta a PF.

Michele Santana Ferreira, de 28 anos, a irmã Lidiana, de 16, e Thayane Dias, de 21, terão sido mortas e os corpos escondidos numa fossa de um hotel veterinário, em Tires. Os corpos foram encontrados a 26 de agosto último, mas as jovens estariam desaparecidas desde fevereiro.

O suspeito da morte das jovens seria Dinai Gomes, namorado de Michele, que estava grávida. O homem terá ido para o Brasil, logo após o desaparecimento das três jovens.

A Polícia Federal não confirmou se o suspeito preso hoje é Dinai Gomes, o namorado de Michele.