O Presidente da Câmara de Belo Horizonte afirmou, esta quinta-feira, que o viaduto que desabou sobre pelo menos quatro veículos vai ser demolido. Mário Lacerda declarou ainda três dias de luto oficial pelas duas vítimas mortais do acidente.

«Houve algum erro, certamente, mas acidentes como esse, infelizmente, acontecem», afirmou, isentando a Câmara de responsabilidades pela obra cujo responsável era um «consórcio de renome».

«Ainda ontem, numa reunião, disse que nos cinco anos de obras não tinha havido nenhum acidente grave», referiu quando questionado sobre a abertura do trânsito durante as obras de acabamento do viaduto.

Mário Lacerda revelou que a Câmara está a tentar localizar as famílias das vítimas: os motoristas do micro-autocarro e de um Uno, que ainda está sob os escombros. De acordo com o presidente, nenhum operário foi atingido.

A empresa responsável pela obra já emitiu um comunicado a lamentar o acidente e que «não medirá esforços para oferecer o apoio necessário às vítimas e aos familiares».

Um viaduto desabou, esta quinta-feira, em Belo Horizonte, Brasil, fazendo dois mortos e 22 feridos.