Houve novos confrontos entre polícia e manifestantes no Rio de Janeiro, Brasil. Um protesto de professores acabou na ocupação da sede do Governo estadual. Os professores foram expulsos com violência pelos agentes da polícia militar.

Pelo menos 30 professores recusaram-se a deixar a sede do Governo do Rio de Janeiro, depois de uma reunião que tiveram com dois responsáveis e que não correu como o esperado. Mais cerca de 300 professores aguardavam do lado de fora.

Os professores estão em greve desde sexta-feira, mas, com o tratamento violento por parte da polícia militar contra os docentes que ocuparam a sede do Executivo de Sérgio Cabral, a revolta e a confusão instalaram-se no exterior em poucos minutos.

Os manifestantes derrubaram grades de proteção, atiraram pedras e paus contra a polícia militar. Os agentes terminaram os tumultos com recurso a bombas de gás lacrimogéneo, spray pimenta e balas de borracha. Duas pessoas foram detidas e um jornalista e um polícia ficaram feridos.