Uma mulher morreu após dar à luz quadrigémeos, no último sábado, no Hospital Femina, em Mato Grosso, no Brasil. Isaque, Benjamim, Samuel e Ester nasceram prematuros de seis meses e encontram-se na Unidade de Terapia Intensiva da maternidade a receber cuidados especiais para ganhar peso.
 
De acordo com o hospital, Rosângela morreu cerca de 12 horas após sofrer uma hemorragia e pré-eclâmpsia durante a cesariana. A auxiliar administrativa, de 38 anos, ainda chegou a ser levada para outro centro cirúrgico, para passar por um procedimento de emergência, mas não resistiu.


 
Pouco tempo depois do parto, ela e o marido, Alex Sandro Mota, de 44 anos, tiraram uma selfie com os quatro filhos recém-nascidos. A imagem tem sido partilhada na Internet. Há oito anos que o casal tentava ter filhos sem sucesso, mesmo após vários procedimentos de inseminação artificial. O casal estava junto há já 20 anos.
 
Na Internet, amigos e familiares de Rosângela criaram uma campanha para doação de leite materno para os recém-nascidos, cuja adesão tem sido grande.