Bruna Gobbi, uma jovem turista de 18 anos, oriunda de São Paulo e a passar férias no Recife, foi atacada por um tubarão e acabou por não resistir aos ferimentos, morrendo já no hospital. Na altura do ataque, a jovem estava a pedir ajuda e os nadadores-salvadores já iam em seu socorro. Tinha sido levada pelas correntes e não conseguia regressar à praia. Estava acompanhada de uma prima, que também estava em dificuldades, escrevem os jornais brasileiros.

Tudo aconteceu na passada segunda-feira, na praia de Boa Viagem, zona sul do Recife, e o ataque foi registado pelas câmaras projeto «Segurança na Orla», da Secretaria de Defesa Social.

Algumas testemunhas também gravaram o momento em que a jovem chega à praia, ao colo dos nadadores-salvadores. São imagens que podem impressionar as pessoas mais sensíveis.

Bruna ainda foi levada com vida para o hospital e operada de urgência. Foi-lhe amputada uma perna, mas acabou por não resistir aos ferimentos.

Segundo o jornal «Globo», em todo o litoral do Brasil, a região do Recife é a que tem maior presença de tubarões. Dos 59 ataques registados desde 1992, 23 aconteceram na praia da Boa Viagem. Até hoje, já morreram 24 pessoas. A jovem que perdeu a vida esta semana é a única vítima mortal do sexo feminino.