Equipas da Força Aérea Brasileira (FAB) confirmaram que foi encontrado o avião que desapareceu no mês passado no sudoeste do Estado do Pará com cinco pessoas a bordo.

Após 36 dias desaparecido, o avião foi descoberto esta terça-feira por locais que se dedicam à exploração do solo.

O bimotor foi descoberto perto do município de Jacareacanga, numa zona de floresta de difícil acesso, e enterrado até à cauda.

Segundo a «Globo», a Força Aérea Brasileira não avançou informações sobre os ocupantes, mas as famílias das cinco vítimas afirmam que foram informados que «não existem sobreviventes».

O avião desapareceu no dia 18 de março, aproximadamente a 29 quilómetros de Jacareacanga. A aeronave transportava funcionários da Secretaria Especial de Saúde Indígena que se dirigiam para a aldeia de Munduruku para prestar assistência.

As buscas anteriores procuravam destroços no local onde tinha sido feito o último contacto a partir da aeronave. Uma das tripulantes, Rayline Campos, tinha enviado uma mensagem a um tio onde se lia: «Avisa a mãe que eu amo muito todos. Estou aflita estou em pânico». Minutos depois, uma última mensagem afirmava: «O motor está parando. Socorro, tio».

A procura inicial tinha sido prejudicada pelo mau tempo que atingiu a região.