As autoridades bósnias lançaram um aviso e um apelo aos jogadores de Pokémon Go, após tomarem conhecimento de que havia jogadores a aventurarem-se para dentro de campos onde potencialmente existem minas só para apanhar Pokémons.

“Recebemos a informação de que alguns utilizadores da app Pokémon Go, na Bósnia, se aventuram a entrar em terrenos que podem estar minados. Alertamos para que não o façam e respeitem a demarcação e não vão para essas zonas”, segundo a página de Facebook, citada pela BBC.  

 

 

Estima-se que haja 120.000 minas ainda enterradas no país, consequência da guerra dos Balcãs. Desde 1995, altura em que terminou o conflito, já morreram 600 pessoas, vítimas do rebentamento de minas.