Um bombeiro foi resgatado dos escombros mais de 36 horas depois das explosões na cidade portuária chinesa de Tianjin. Pelo menos 50 pessoas, incluindo 17 bombeiros, morreram e 701 ficaram feridas em duas explosões na quarta-feira.

 Zhou Ti, de 19 anos, foi um dos mais de mil bombeiros enviados para a área portuária da cidade, para o armazém de mercadorias perigosas onde se registaram as explosões. Vários operacionais estão desaparecidos, refere o jornal britânico “The Telegraph”.

 
Gong Xian Shang, uma autoridade oficial de Tianjin, confirma que um indivíduo foi resgatado às 07:05 desta sexta-feira (hora local), adianta a norte-americana NBC News.

A televisão estatal chinesa CCTV acrescenta que Zhou Ti está a receber tratamento para queimaduras, inalação de fumo e tem ferimentos numa perna.

“As operações de resgate estão em curso para encontrar os bombeiros que ainda estão desaparecidos”, afirma o chefe da corporação de bombeiros de Tianjin, Zhou Tian.