Um vídeo divulgado pela Watania, uma agência de notícias de Gaza, mostra um bombardeamento da força aérea israelita que prova o uso de uma técnica militar polémica.



Esta técnica consiste em lançar uma primeira bomba de aviso para sinalizar o alvo. A força aérea israelita garante que é essencial para evitar mais baixas civis, mas muitas organizações alegam que constitui um crime de guerra.

«Disparar um míssil para uma casa civil não é um aviso. A Amnistia Internacional tem casos documentados de civis mortos ou feridos por estes mísseis em operações militares israelitas anteriores na Faixa de Gaza», afirmou Philip Luther, da AI, citado pelo «Telegraph».

Segundo a mesma agência de Gaza, 15 minutos antes do lançamento da primeira bomba, o proprietário da casa, Samir Nofal, e os vizinhos, foram avisados.

Cinco minutos depois da primeira bomba, dois mísseis foram lançados por um F16 e destruíram a casa.

A força aérea israelita denuncia que o Hamas está a colocar civis nos telhados para tentar evitar os bombardeamentos.