A Rússia bombardeou na quarta-feira camiões cisterna pertencentes ao Estado Islâmico que transportavam petróleo em território sírio, anunciou uma fonte militar em Moscovo.

“Hoje, a decisão da aviação russa foi ‘caçar’ camiões cisterna que transportam petróleo e que pertencem aos terroristas nas zonas controladas pelo Estado Islâmico”, disse Andrei Kartapolov, uma alta patente militar da Rússia citada pelas agências noticiosas de Moscovo.

O tráfico de petróleo do norte do Iraque foi apontado pelo Presidente russo, Vladimir Putin, como uma das formas de financiamento dos extremistas islâmicos que proclamaram um califado em 2014.