O responsável pela ajuda humanitária das Nações Unidas pediu, na quinta-feira, uma investigação ao bombardeamento a um casamento no Iémen, que matou dezenas de pessoas.

Stephen O'Brien, subsecretário-geral para os Assuntos Humanitários da ONU, disse estar “profundamente perturbado” pelas notícias dos civis mortos no bombardeamento.

“Peço uma investigação rápida, transparente e imparcial a este incidente”, disse O'Brien, em comunicado.

O bombardeamento atingiu uma casa onde se celebrava uma festa de casamento, em Sanban, na província de Dhamar, a cerca de 100 quilómetros de Sanaa, indicaram médicos e testemunhas. 

O ataque aéreo foi levado a cabo pela coligação pró-Governo liderada pela Arábia Saudita, segundo testemunhas no local. 

“Os aviões da coligação lançaram um ataque. A casa ficou totalmente destruída”, afirmou Taha al-Zuba, residente de Dhamar, onde decorreu o bombardeamento.