Dois atentados com bombistas suicidas fizeram explodir veículos em Dhuluiya, a norte da capital iraquiana, matando pelo menos 10 pessoas e ferindo outras 30, revelaram fontes policiais e uma fonte médica, citadas pela AFP.

Segundo as mesmas fontes, os atentados ocorreram na cidade que os 'jihadistas' do Estado Islâmico (EI) tentam ocupar.

O primeiro bombista suicida fez explodir a sua viatura numa barreira que protegia o sector de Jobur no sul da cidade e o segundo, que o seguiu, conseguiu entrar na zona onde fez explodir o veículo, referiram as fontes policiais.