Uma bióloga marinha do Instituto Marinho de Catalina Island encontrou um peixe-remo de 5,5 metros, durante uma missão exploratória na ilha de Santa Catalina, na Califórnia, Estados Unidos. O animal estava morto e foram precisas 15 pessoas para o retirar da água.

«Em 32 anos aqui (no instituto), nunca vi nada como isso», disse um colega da bióloga, citado pelo «Press Telegram».

A verdade é que um animal deste porte é raro, mas o peixe-remo pode atingir os 17 metros de comprimento. Raramente é visto em águas com profundidade inferior a 20 metros e alimenta-se de pequenos peixes.