É um dos empreendedores milionários mais falados do momento, não só pela fortuna que possuí, mas também pelas ideias revolucionárias. Diz que quer mudar o mundo e resolver alguns dos problemas da Humanidade. Elon Musk está apostado em colonizar Marte, ao mesmo tempo em que se preocupa com o aquecimento global. Esta terça-feira juntou dois dos seus projetos mais inovadores de sempre (e, ao longo dos seus 46 anos, foram muitos, como verá!): colocou um Tesla Roadster, considerado o carro mais rápido do mundo, dentro de um foguetão e colocou-o em órbita. O foguetão, o mais poderoso do mundo, promete revolucionar as viagens espaciais: tem o tamanho de um prédio de 28 andares e está preparado para transportar mais de 60 toneladas pelo Espaço. 

Mas afinal quem é Elon Reeve Musk e o que fez para se tornar num dos homens mais poderosos do mundo?

Atualmente, Musk é o diretor executivo da SpaceX - uma empresa de transporte espacial e a primeira do mundo a vender um voo comercial à Lua - e da Tesla, empresa de energia norte-americana que desenvolve automóveis, aparelhos e motores elétricos de alta gama. 

Mas o multi-milionário é também fundador da Boring Company, conhecida pela construção de infra-estruturas e co-fundador da Open AI, instituição sem fins lucrativos que se dedica a investigações relacionadas com a inteligência artificial. 

Nascido em Pretória, a 28 de junho de 1971, Musk é descente de imigrantes canadianos na África do Sul. Filho de uma nutricionista e finalista do concurso de beleza Miss África do Sul e de um engenheiro, Elon Musk foi viver com o pai e com o irmão Kimbal, quando os pais se divorciaram. O pai deu-lhe um educação dura, mas também as bases de engenharia que serviriam mais tarde para as primeiras ideias de empreendorismo. 

A infância nem sempre foi fácil. O menino calado e introvertido foi alvo de bulliyng na escola. Certa vez, levou tanta pancada dos colegas de escola que ficou inconsciente. 

Não tinha ainda completado 18 anos quando imigrou para o país de origem da família materna. Pouco depois de ir para o Canadá, juntaram-se-lhe a mãe e os dois irmãos, Kimbal e Tosca. Em 1989, ingressou na Universidade de Queen’s, em Ontário. 

Em 1992, conseguiu uma bolsa para estudar numa das mais prestigiadas universidades dos Estados Unidos. Aproveitar oportunidades e persistir nelas é a sua imagem de marca e este início de percurso de sucesso não foi exceção. Elon foi estudar para a Universidade da Pensilvânia, onde se em Economia e Física.

O empreendorismo estava-lhe no sangue e, em 1995, Elon foi para São Francisco, na Califórnia, onde, juntamente com o irmão, criou a sua primeira empresa - Zip2 -, uma espécie de Páginas Amarelas virtual. Os jovens não tinham dinheiro e valeu-lhes um empréstimo do pai no valor de 28 mil euros.

A Zip2 acabou por ser vendida anos mais tarde por mais de 307 milhões de dólares à Compaq. Este foi um dos primeiros passos bem sucedidos de Eton e era já um prenúncio do que estava por vir.

Depois de vender a Zip2, criou a X.com, a empresa de pagamentos online que se fundiu pouco tempo depois com a maior rival, a PayPal, que acabou por ser vendida, em 2002, ao eBay por 1 500 milhões de dólares. O negócio rendeu só a Elon nada mais nada menos que 170 milhões.

Com lucros mais que suficientes amealhados e ambições sem fim, Musk decidiu montar um dos negócios da sua vida: a SpaceX, a empresa aeroespacial que lançou, esta terça-feira, aquele que é o foguetão mais potente da atualidade: Falcon Heavy descolou do Centro Espacial Kennedy, na Flórida e atingiu os 10.000 km/h poucos minutos depois de ter sido lançado.

 

 

A SpaceX (criada em 2002) veio revolucionar a maneira como se transportam cargas para o Espaço. Utiliza técnicas inovadores de fabricação "lean", diminuindo os desperdícios de produção e consequentemente o custo dos voos dos foguetes. Tornou-se na primeira empresa a vender um voo comercial à Lua, mas quer também transportar pessoas até Marte e dar início à colonização do planeta. Em 2003, adquiriu uma startup recém-inaugurada chamada Tesla Motors. Tornou-a numa das empresas mais valiosas do ramo automóvel. Atualmente, com o nome reduzido a Tesla (em 2016, a “Tesla Motors” deixa cair o “Motors” do nome), a empresa tem cerca de 30 mil colaboradores. Em 2016, entregou pouco mais de 76 mil veículos e tem valor de mercado maior que a Ford, que tem mais de 100 anos de história e vendeu 6,6 milhões de veículos em 2017.

Elon Musk é um empreendedor discreto, quando comparado com outros ligados às novas tecnologias. Ainda assim, não se livra de esbarrar em algumas polémicas. Em setembro de 2015, afirmou que a forma mais rápida de tornar Marte habitável seria através de um bombardeamento com armas nucleares, mas acabou por desistir da ideia uns tempos mais tarde.

Hoje em dia, o empreendedor futurista tem uma fortuna avaliada em 20.8 mil milhões de euros, o que o torna, segundo a Forbes, na 80ª pessoa mais rica do mundo.