O passaporte novo custou-lhe 103 £ (140 euros), também pela mudança de nome, a  Ryanair exigia-lhe 220 £ (300 euros). Soma aqui, subtrai ali, poupou 160 euros.

 

O Facebook informa mal

“O padrasto da minha namorada arranjou o meu nome através do meu Facebook onde me identifico como Adam West por piada, porque Adam West era o ator da série Batman na TV,” explica o outrora Adam Armstrong.  

 “Mostramos à companhia de aviação que não estávamos a querer mudar a pessoa mas o nome, só o nome, mas eles não recuaram. A Ryanair orgulha-se de ter uma política cujo o centro de atuação é cliente, com preços baixos. Só tinham de carregar numas poucas teclas para retificar a situação e queriam 300 euros por isso? É ridículo”, atira.

Adam, que vai mesmo voar para Ibiza com a namorada no próximo dia 11 de junho, convida nas redes sociais a “pensar-se fora da caixa” e “encontrar forma de contornar o sistema”. Chame-lhe nomes!