A Marinha norte-americana está a avaliar a melhor forma de recuperar as quatro bombas lançadas este mês, durante manobras militares, na Grande Barreira de Coral, classificada como Património da Humanidade, informou hoje a imprensa australiana.

O capitão da Marinha norte-americana, Daniel Dusek, explicou, citado pela cadeia ABC, que os Estados Unidos estão a trabalhar com o governo australiano para tomarem a decisão mais acertada.

As quatro bombas foram lançadas a 16 de julho a partir de aviões norte-americanos quando sobrevoavam a Grande Barreira de Coral, no Pacífico sul, no âmbito de manobras militares realizadas em conjunto com a Austrália.