O gabinete de segurança de Israel anunciou que vai suspender as conversações com a Palestina, em resposta à união do governo com o grupo islâmico do Hamas, afirma a agência Reuters, que cita os media israelitas.

Hamas e Fatah anunciam pacto de união

A notícia foi avançada após uma reunião do gabinete de segurança, que durou seis horas, e onde foi, ainda, decidido que vão ser impostas sanções económicas às autoridades palestinianas.

O porta-voz do primeiro-ministro não quis comentar o anúncio.