O diretor do hospital, Eduardo Kedisobua, explicou esta terça-feira à Lusa que as gémeas estão a recuperar, embora ainda internadas nos cuidados intensivos da unidade neonatal, mas num quadro clínico que está a evoluir "satisfatoriamente".

 

"Correu tudo muito bem, estive agora a fazer os curativos e estão a recuperar. Mas não temos ainda previsão de alta para as meninas", disse o clínico.