Pelo menos três pessoas ficaram feridas, duas de forma grave, depois de terem sido atacadas por uma mulher com uma catana à saída de um autocarro em Bruxelas.

O ataque teve lugar no município de Uccle, na zona metropolitana de Bruxelas. Os passageiros estavam a sair do autocarro às 17.00 locais, quando a mulher, que a polícia confirma ser de origem asiática, começou a falar alto e a tentar atingir as pessoas que se encontravam ao seu redor.

Segundo uma televisão local, duas das vítimas foram transportadas para o hospital com ferimentos graves e outra sofreu um pequeno corte e foi assistida no local.

A suspeita começou a falar, nós não percebemos o que ela estava a dizer”, contou uma testemunha do incidente

A polícia acabou por disparar sobre a mulher, por esta resistir em colaborar e não querer entregar-se. 

As autoridades acreditam que este incidente não se trata de um ataque terrorista. 

Segundo os investigadores, a suspeita poderá sofrer de uma doença mental. 

A Bélgica está em alerta desde os ataques em Paris, em novembro, e em Bruxelas, em março.