“Ninguém ficou ferido, ao que parece. O homem colocou-se em fuga. (...) À primeira vista a situação parece incompreensível. Por que alguém atacaria um quartel? Há ali bastantes armas para responder”.