A Bélgica enfrenta esta segunda-feira um novo dia de greve que afetará as regiões de Bruxelas e Brabante Valão, como forma de protesto contra as novas medidas de austeridade anunciadas pelo Governo federal.
 
O novo Executivo de centro-direita, formado há dois meses, deverá enfrentar mais ações integradas numa série de greves regionais a ter lugar na Bélgica até ao dia 15 de dezembro, quando acontece uma greve geral em todo o país.
 
Está previsto um dia de «caos» nas estradas em torno da capital, já que nenhum comboio deverá chegar a Bruxelas e tendo em conta que se preveem cortes e barricadas em pontos de acesso chave, segundo o diário Le Soir.