As autoridades britânicas encontraram partes do corpo de uma jovem de 16 anos, desaparecida há mais de uma semana em Bristol, Inglaterra. A informação foi divulgada esta terça-feira pela própria polícia que, em conferência de imprensa, afirmou que há um «desenvolvimento significativo» na investigação.

Dois suspeitos foram interrogados no fim de semana e acabaram por ser novamente detidos esta segunda-feira, tendo permanecido sob custódia desde então. Trata-se de um homem de 28 anos e de uma mulher de 21 anos, cujas identidades não foram reveladas. As autoridades têm até quinta-feira para continuar a interrogar os suspeitos, uma vez que, depois disso, terá de ser solicitado mais tempo ao tribunal.

Para já, as autoridades britânicas não confirmam que a adolescente esteja morta, segundo o jornal «The Guardian». No entanto, a polícia de Avon e Somerset já deixou claro que os indícios descobertos até agora apontam para a hipótese de rapto e assassinato.

Becky Watts desapareceu há 12 dias, a 19 de fevereiro. De acordo com a informação que consta nos documentos da investigação, no último dia em que foi vista a jovem foi visitar o namorado, de 17 anos. Os amigos afirmam que ele não estava em casa, mas no dentista.

Familiares e amigos juntaram-se à polícia nas buscas que decorrem desde então.

 
Sabe-se que as autoridades estão a analisar imagens das câmaras de vigilância CCTV para descobrir o percurso efetuado por um carro preto Vauxhall Zafira entre o dia 19 e o dia 23 de fevereiro.

Um percurso que pode, de resto, ser um elemento chave na investigação. A viatura esteve abandonada durante uma semana numa rua do bairro de Southmed, mas, de acordo com testemunhas no local, não pertence a nenhum dos residentes. 

«Também temos de falar com todos os antigos donos deste carro. Se foi dono deste carro algures nos últimos anos, temos de falar consigo, é uma questão urgente. », apelou um porta-voz das autoridades.


Na área de Barton Hill, uma residência está a ser alvo de buscas por parte da polícia, que montou várias tendas no local. A propriedade localiza-se perto da casa do namorado de Becky. Pertence a um homem na casa dos 20 anos, que vive com uma criança pequena e que, segundo um dos residentes, tem um Zafira.

Entretanto, os familiares do pai de Becky fizeram questão de deixar claro que do lado da família do progenitor ninguém está sob suspeita.

«Queremos deixar absolutamente claro que nenhum membro da família está implicado de qualquer forma. Todos participaram nas buscas pela Rebecca e todos continuam connosco. Estamos conscientes de que esta investigação continua e não podemos dizer mais nada. Queremos que ela volte para casa e vamos continuar a procura-la», afirmou um tio de Becky ao ITV News.