Um hospital da cidade chinesa de Xangai foi acusado de ter trocado dois bebés... há 28 anos. O erro só agora foi descoberto, já que um dos pais ficou obcecado por o filho não se parecer consigo.

Um tribunal da cidade confirmou o caso, no qual a queixosa, uma das mães, exige uma compensação de 1,3 milhões de yuan (163 mil euros), informou o jornal Shanghai Daily.

A historia tornou-se pública na semana passada, através num programa de televisão, onde uma mulher, identificada como Zhang, contou que ter realizado uma cesariana, a 27 de fevereiro de 1989, no Primeiro Hospital Maternidade e Infantil de Xangai.

Quando recebeu o bebé nos braços, achou "estranho" que ele continuasse a chorar e a recusar o seu leite materno. "Ficou em silêncio quando foi amamentado por uma mulher ao lado da minha cama", contou no programa.

Acabou por levar aquele que não era o seu bebé para casa. O pai começou a ter dúvidas sobre se o filho era seu, até pensou que a mulher tinha tido um caso. Afinal, a culpa foi do hospital.

A unidade de saúde reagiu em comunicado no sábado, mostrando-se "profundamente chocado e sentia muita simpatia pela família".

É difícil descobrir a verdade, já que foi há 28 anos, mas vamos ajudar plenamente na investigação. Se algum erro for encontrado, teremos com certeza de assumir a devida responsabilidade".