Um soldado norte-americano destacado na Ásia viu a mulher, grávida de nove meses, ser esfaqueada várias vezes, enquanto conversavam através do FaceTime.

Rachel Poole, de 31 anos, foi atacada pelas costas por um homem que se teria escondido dentro de casa. O caso aconteceu na última quarta-feira, no Texas.

De acordo com o «HuffingtonPost», durante o ataque, o marido, Justin Pele Poole, assistia a tudo em pânico. A mulher foi levada de urgência para o hospital, em estado crítico. Os médicos fizeram uma cesariana e Isabella nasceu saudável e sem sequelas aparentes.

De acordo com a polícia, citada pela CNN, Rachel reconheceu o agressor e gritou pelo nome dele para o marido ouvir. O soldado chamou as autoridades e, pouco depois, Corey Bernard Moss, de 19 anos, foi detido.

Moss terá dito à polícia que a mulher lhe devia dinheiro pelo conserto de carros. Trata-se de um militar em treino, na base de Fort Bliss.

O soldado Justin Poole publicou entretanto fotografias da filha e da mulher no Facebook.