O apresentador da BBC que confessou ter morto o seu parceiro, que tinha sida, foi preso esta quarta-feira pela polícia de Nottinghamshire por suspeita de homicídio, noticia a BBC.

A revelação de Ray Gosling, de 70 anos, foi feita durante o programa «East Midlands Inside Out». O apresentador contou que tinha um pacto com o parceiro, de pôr fim à sua vida caso as dores causadas pela doença se tornassem insuportáveis, e fê-lo mesmo com uma almofada.

«Ele [Ray Gosling] está bem-disposto, mas estes são momentos muito difíceis para ele. Toda a gente tem respeitado os seus desejos e peço que façam o mesmo», disse o seu advogado, Digby Johnson, aos jornalistas.