A Guarda Costeira japonesa está intrigada com o aparecimento de corpos em elevado estado de decomposição, a bordo dos chamados “navios fantasma”, que têm aparecido nas águas nipónicas, indica a CNN.

Nas últimas cinco semanas foram encontrados 12 barcos, um número estranhamente elevado, que está a chamar à atenção das autoridades, que ainda não conseguiram comprovar a origem das embarcações. O "mistério" tem, no entanto, algumas pistas, a começar, pelo facto de nos últimos cinco anos terem sido encontrados 283 barcos em circunstâncias semelhantes. 

Já estão a ser realizados testes e as autoridades acreditam que os corpos são de norte-coreanos, já que um dos barcos apresentava a frase “Forças Armadas da Coreia do Norte.” Num outro barco, as autoridades encontraram uma bandeira esfarrapada da Coreia do Norte. No entanto, as dúvidas ainda persistem.

"Não há dúvida de que estes barcos são norte-coreanos", disse John Nilsson-Wright, do Instituto de Política Chatham House.


As autoridades suspeitam que o mau tempo poderá estar na origem nos incidentes:

"É provável que tenham sofrido um acidente devido ao mau tempo, mas não podemos confirmar nada porque o estado de decomposição dos cadáveres era elevado",  afirmaum porta-voz da Guarda Costeira disse à CNN.


As autoridades adiantam que alguns dos 10 corpos encontrados em três barcos a 20 de Novembro poderiam andar à deriva há cerca de três meses. A Guarda Costeira japonesa ainda não conseguiu confirmar se os corpos pertencem apenas a homens.

As autópsias já estão a ser feitas para se determinar o género e a idade dos indivíduos. No entanto, a presença de redes de pesca no interior dos barcos sugere que se tratava de pescadores da Coreia do Norte.

Nos últimos meses, o líder do país, Kim Jong-un, tem pressionado os norte-coreanos a aumentar a captura de peixe. Apesar da investigação, a Coreia do Norte ainda não comentou o caso, mas como não se trata de um fenómeno novo, é provável que ainda sejam encontradas mais embarcações.