A jovem promessa do surf mundial Zander Venezia, de 16 anos, morreu esta terça-feira nos Barbados quando tentava a onda da sua vida no meio das ondas brutais que estão a gerar-se no mar das Caraíbas, na sequência do furacão Irma, já considerado o mais poderoso da história do oceano Atlântico, noticia o El País.

De acordo com testemunhas da tragédia, o jovem surfista profissional de Bridgetown (Barbados) e que voltara para casa no fim de semana passado, morreu depois de ter sofrido um violento wipeout  numa sessão pesada no pico de Box by Box, a norte de Soup Bowls, a onda mais famosa desta ilha das Caraíbas.

O havaiano, Nathan Florence, irmão do atual campeão mundial, tirou-o da água a sangrar e tentou reanimá-lo sem sucesso. O jovem ainda foi levado com vida para o hospital onde acabou por falecer.

Dylan Graves, um outro surfista, terá sido o último a falar com Zander Venezia, horas antes do fatídico acidente. As suas últimas palavras terão sido que iria conseguir a maior onda da sua vida.

Enquanto a família aguarda os resultados da autópsia, acredita-se que Zander terá partido o pescoço, ao passar por um recife pouco profundo.

O jovem tinha viajado, recentemente, para a costa leste com a estrela de surf dos Barbados, Alan Burke, e seus dois filhos, Jacob e Josh, com quem Venezia cresceu. "Zander era miúdo bom e divertido", disse Burke à publicação da especialidade Surfline.

Outro especialista, Stabmag, recordou que o jovem foi considerado um dos melhores surfistas de sua geração, tendo começado a fazer nome no circuito competitivo aos 11 anos, quando foi proclamado campeão nacional abaixo dos 12 anos.

O fenómeno Irma, da categoria 5, a máxima, atingiu esta quarta-feira as ilhas de a Antígua e Barbuda, e move-se para o norte em direção às Ilhas Virgens e Porto Rico.