Deputados russos propuseram, esta terça-feira, a criação duma nova versão do Festival Eurovisão da Canção, após a vitória no domingo do travesti austríaco Conchita Wurst, também conhecido como a «mulher barbuda», que originou contestação na Rússia.

O deputado comunista Valeri Rachkine apelou às autoridades russas para abandonarem o concurso da Eurovisão e organizarem uma competição paralela, que seria designada como «Vozes da Euro-Ásia».

«O resultado do último concurso da Eurovisão foi a gota de água que fez transbordar o copo», afirmou o deputado diante do Parlamento.