O Presidente dos EUA, Barack Obama, alertou o Presidente russo, Vladimir Putin, que a Rússia deve apressar uma resolução de paz na Ucrânia, sob pena de enfrentar novos «custos».

«O presidente falou com o Presidente Putin e, mais uma vez, pediu-lhe para apoiar a paz, em vez de permitir o fornecimento de armamento para lá da fronteira [com a Ucrânia], e que pare de apoiar os separatistas ucranianos», afirmou o porta-voz da casa branca, Josh Earnest, segundo a Reuters.

«A Rússia vai enfrentar custos adicionais se não virmos medidas concretas para acalmar a situação», afirmou citando Obama.