O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tem “fé” que os eleitores norte-americanos não vão eleger Donald Trump como o seu sucessor, uma vez que o cargo é um trabalho “sério” e não um programa de televisão.

Em conferência de imprensa em Rancho Mirage, na Califórnia, Obama criticou as propostas que os pré-candidatos republicanos têm apresentado nas suas intervenções, em especial as de Trump, como a intenção de impedir a entrada de muçulmanos em território norte-americano.

“Eu continuo a acreditar que o sr. Trump não será presidente. [Acredito nisso] porque tenho fé no povo norte-americano. E acho que eles reconhecem que ser presidente é um trabalho sério, não é como apresentar um talk-show ou um reality-show. Não é uma promoção. Não é marketing. É difícil”, afirmou Obama, segundo a AFP.

Barack Obama não esclareceu, no entanto, se acredita que Trump tem condições para se afirmar como o candidato republicano às eleições de novembro.