O Presidente dos EUA teve na quinta-feira «uma boa reunião» com os líderes republicanos da Câmara dos Representantes sobre o aumento do limite da dívida, sem que se tenha pronunciado sobre a proposta da oposição, informou a Casa Branca.

«Depois de uma discussão sobre caminhos possíveis para avançar, não se tomou uma decisão específica. O Presidente espera continuar a fazer progressos continuados com membros dos dois partidos», adiantou a Presidência norte-americana, em comunicado, no final de uma reunião de Barack Obama com uma vintena de negociadores republicanos.

Os republicanos apresentaram um plano para elevar temporariamente, durante seis semanas, a partir de 17 de outubro, o limite da dívida, período durante o qual se negociará a reabertura dos serviços governamentais federais e a redução do défice.