morreram 130 pessoas


“Viemos a Paris apresentar a nossa solução. Oferecemos as nossas condolências pelos atos bárbaros cometidos nesta bonita cidade. Estamos solidários e aplaudimos a decisão de Paris em manter a realização desta conferência crucial. Um ato desafiador que prova que nada nos deterá de construir o futuro que queremos para os nossos filhos. Que melhor rejeição para aqueles que querem deitar abaixo o nosso mundo que unir os nossos melhores esforços para salvá-lo."



“Este pode ser um ponto de viragem. 14 dos 15 anos mais quentes ocorreram depois do ano 2000. E 2015 prepara-se para ser o mais quente de sempre. Nenhuma nação está imune ao que isto representa.”



“Um dos inimigos que vamos combater nesta conferência é o cinismo, a ideia de que não podemos fazer nada sobre a mudança climática.”



“Como líder da maior economia e segundo país mais poluente, os Estados Unidos da América não só reconhecem o seu papel na criação do problema, como abraçam a responsabilidade de fazer algo.»



“Temos o poder de alterar este futuro, aqui e agora. Mas só se estivermos à altura do momento. Como disse um governador americano, somos uma das primeiras gerações a sentir o impacto das alterações climáticas e uma das últimas a fazer alguma coisa por isso.»




Cimeira de Paris

atentados de Paris



não pode discursar