O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse esta quinta-feira, numa entrevista à NBC, que não pergunta ou explora a origem das informações secretas que lhe são apresentadas sobre países ou Governos aliados, diz a agência Lusa.

«Quando me apresentam informações, particularmente se, se referem a aliados como a Alemanha, não pergunto ou exploro a origem dos dados», explicou o Presidente norte-americano.

Mas, acrescentou, «se, se estiver a falar da Al-Qaida e de outros países que representam uma ameaça para os Estados Unidos, então não só estou interessado na informação, como também quero saber como obtivemos essa informação porque isso é relevante».