O Presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou nesta sexta-feira mudanças nos programas governamentais de espionagem e admitiu o crescendo de preocupações quanto à privacidade dos cidadãos.

Obama disse que vai permitir um maior controlo externo dos programas e solicitar ao Congresso que reveja uma parte controversa da «Lei Patriota», criada após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, que autoriza a recolha de registos telefónicos.

«Vamos tomar medidas para aumentar a supervisão, a transparência e o controlo», afirmou o presidente dos EUA durante uma conferência de imprensa que decorreu na Casa Branca.