O ministro religioso norte-americano da Nação do Islão, Louis Farrakhan, afirmou no domingo que o Presidente Barack Obama desencadeou uma energia sem precedentes junto do povo e exortou os seu seguidores a darem-lhe alento, refere a Lusa.

Farrakhan declarou que os membros da Nação do Islão devem aceitar a responsabilidade de construírem comunidades, já que, segundo disse, só um pacote de estímulos económicos não salvará a América.

O dirigente muçulmano, de 75 anos, discursava para milhares de fiéis que se reuniram em Chicago para a convenção anual do movimento.

As referências aos Obamas estiverem presentes durante os dois dias da convenção, desde a comunicação de Farrakhan numa sessão chamada «O Efeito Michelle Obama» até a um bazar onde se vendiam T-shirts com a imagem de Obama.