Um verdadeiro banquete. Foi desta forma que Kim Jong-un celebrou a "grande vitória" que foi o sexto teste nuclear realizado pelo país, no domingo passado. O líder da Coreia do Norte juntou cientistas e técnicos num evento de luxo para celebrar o maior teste feito pelo país como um "grandioso evento na história nacional".

Num banquete realizado na capital, Pyongyang, para assinalar também, o 69.º aniversário do país, Kim Jong-Un afirmou que o teste foi "uma grande vitória conseguida pelo povo coreano à custa do seu sangue".

Nas imagens divulgadas pode ver-se Kim Jong-Un a ser recebido com aplausos pelos participantes, ladeado por representantes do exército, do partido único e pelos responsáveis pelo programa nuclear.

A celebração acontece na mesma altura que o secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que o confronto com o programa nuclear e de mísseis da Coreia do Norte foi a pior crise do mundo "em anos".

O teste com uma bomba de hidrogénio foi o mais potente já realizado pelo regime norte-coreano e suscitou a condenação da comunidade internacional, aumentando a tensão na região.