Pelo menos três pessoas morreram e 43 ficaram feridas, das quais 23 com gravidade, num despiste do autocarro em que circulavam no norte da Tailândia, revelou a imprensa local.

O veículo, em que viajavam 50 pessoas, circulava numa encosta da província de Loei, no norte do país, quando se deparou com um camião que circulava na direção oposta, contou a polícia ao canal loca PBS.

Depois de tentar evitar a colisão, o motorista do autocarro perdeu o controlo do veículo que acabou por sair da estrada e cair numa ravina de cinco metros.

Milhares de manifestantes nas ruas de Banguecoque

Milhares de tailandeses desfilam nas ruas de Banguecoque naquilo que dizem ser a «batalha final» contra o Governo da primeira-ministra Yingluck Shinawatra, que pretendem substituir por um Executivo não eleito que promova reformas políticas no país.

Os manifestantes, «camisas amarelas» apoiantes do Partido Democrático, na oposição, estão há meio ano em protesto nas ruas de Banguecoque, a capital do reino, e hoje dividem-se em seis grupos para mostrarem o descontentamento contra o Governo.

O líder das manifestações, Suthep Thaugsuban, um antigo vice-primeiro-ministro e ex-deputado, reivindica que o rei Bhumibol Adulyadej recorra ao artigo 7.º da Constituição que lhe permite nomear um Governo sem passar pelas urnas, que o partido de Yingluck Shinawatra domina desde 2001 quando a Tailândia vai a votos.