A polícia da Tailândia oferece o equivalente a 11 mil euros por informação que ajude a deter os responsáveis pela violência em protestos que causou um morto e mais de 50 feridos nos últimos dias.

As autoridades divulgaram na Internet o vídeo do desconhecido que, na tarde de domingo, lançou duas granadas e disparou contra participantes nas manifestações antigovernamentais em Banguecoque, informou hoje a imprensa local.

O vídeo mostra um homem vestido como um manifestante a lançar o que parece ser uma granada, assim como a explosão que causou 28 feridos.

A polícia tailandesa relaciona este caso com outro que provocou um morto e 38 feridos noutro protesto antigovernamental ao indicar que nos dois foram utilizadas granadas do mesmo tipo, suspeitando, por isso, que os responsáveis pelos atos de violência pertencem ao mesmo grupo.

Nove pessoas morreram e mais de 500 ficaram feridas desde o início das manifestações contra o governo tailandês, em novembro.