Dois polícias foram mortos e outros nove ficaram feridos após uma explosão, esta quinta-feira, durante as cerimónias que marcavam o fim do Ramadão. Dois dos atacantes também morreram. 

O rebentamento da granada deu-se num posto de controlo. Se os atacantes tivessem conseguido passar esta barreira policial, o desfecho poderia ter sido dramático. Lá perto, 200.000 pessoas estavam reunidas em oração. 

Este novo ataque surge após o massacre de 20 pessoas num café em Daca, há menos de uma semana. 

“Há pânico aqui”, declarou o porta-voz da polícia, de acordo com a Reuters. O rebentamento ocorreu na cidade de Kishoregonj, que fica a cerca de 140 quilómetros de Daca.

O ataque não foi, até ao momento, reivindicado.