O Ministério iraquiano do Interior disse esta quinta-feira que metade de Fallujah e parte de Ramadi, cidades situadas a oeste de Bagdade, passaram para o controlo de militantes ligados à organização terrorista Al-Qaeda.

«Metade de Fallujah [a 60 quilómetros da capital do Iraque] está nas mãos do ISIL [iniciais em inglês do Estado Islâmico do Iraque e do Levante, ligado à Al-Qaeda] e a outra parte está sob controlo de membros de tribos armadas», afirmou o ministro iraquiano em declarações à agência noticiosa francesa AFP.

Segundo uma testemunha ouvida pela AFP, vários membros daquela organização montaram barreiras com seis a sete pessoas para guardar as zonas central e sul de Fallujah.