Um bombardeiro norte-americano sobrevoou a Coreia do Sul, numa demonstração de força do exército dos Estados, aliados de Seul, após o teste nuclear de Pyongyang.

O bombardeiro B52 Stratofortress, que pode transportar armas nucleares, e com um raio de longo alcance, sobrevoou a base aérea militar de Osan, a cerca de 70 quilómetros a sul da fronteira entre as duas Coreias, antes de regressar à sua base, indicou o exército norte-americano e uma testemunha.

O B-52, que foi destacado da base norte-americana de Andersen, na ilha de Guam, é frequentemente utilizado nos exercícios militares anuais conjuntos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul.