Um voo da companhia United Airlines proveniente de Washington e com destino a Denver, nos Estados Unidos, teve de regressar, esta segunda-feira à noite, ao aeroporto de partida, depois de um passageiro ter gritado «jihad» e ter investido contra o piloto.

De acordo com testemunhas citadas pela imprensa internacional, o homem levantou-se e começou a correr em direção à cabine, enquanto gritava «jihad». O homem foi contido por um grupo de passageiros.



De acordo com a NBC, a explicação oficial da companhia aérea é de que o avião regressou a Washington porque um passageiro que não cumpriu com as ordens da tripulação. Mas a CNN cita uma fonte governamental que confirma que o homem gritou «jihad, jihad» e correu em direção à cabine.

O homem foi detido, à chegada ao aeroporto de Washington e conduzido a um hospital local para avaliação. O voo pousou em segurança e ninguém ficou ferido.