O piloto de um avião que devia fazer a ligação entre Londres e Hong Kong foi detido, no sábado, no aeroporto de Heathrow, depois de ter sido descoberto que «estava na posse de algumas facas».
 
O aparelho pertence à Cathay Pacific e faria a ligação entre Londres e Hong Kong, com 262 passageiros a bordo. Estava previsto para as 10:00, mas foi adiado, por causa de um «incidente relacionado com a tripulação», disse um porta-voz da empresa, citado pelo «The Guardian».
 
«A Cathay Pacific está em condições de confirmar que o voo CX254 foi adiado por causa de um incidente relacionado com o incidente relacionado com a tripulação. Alguns itens foram encontrados na bagagem de mão do piloto. Em qualquer ponto houve passageiros ou tripulantes em risco».
 
«Tendo em conta os timings, a Cathay Pacific não conseguiu substituir uma tripulação substituta e os passageiros enfrentaram um atraso que se prolongou pela noite. A Catahay Pacific leva o incidente muito a sério e está a colaborar com as autoridades».
 
O voo acabou por ser feito durante a madrugada de domingo. O homem foi detido e conduzido a uma esquadra local. O aeroporto também está a investigar o incidente.